brazino777

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
TECNOLOGIA

Projeto de Telefonia Celular Comunitária apoiado pela Sectet é destaque na Suiça

Por Redação - Agência PA (SECOM)
29/01/2017 00h00

O projeto Telefonia Celular Comunitária (Celcom), desenvolvido pela Faculdade de Engenharia da Computação da Universidade Federal do Pará (UFPA), por meio do seu Laboratório de Processamento Digital de Sinais (LAPS), ganhou destaque internacional na União Internacional de Telecomunicações (UIT-D) da ONU, na Suíça, neste mês de janeiro.

O Celcom foi apresentado e discutido no grupo de estudos sobre tecnologia da informação e comunicação (TIC) para áreas rurais e remotas, tendo em vista o seu objetivo, que é o de tentar incluir digitalmente e socialmente populações que vivem distantes dos centros urbanos, como as colônias agrícolas, as de pescadores e as comunidades quilombolas, as quais não possuem serviços de telecomunicações por operadoras comerciais. A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet) atua como parceira do Celcom para a implantação de dois testes pilotos do projeto em comunidades isoladas e carentes no Estado.

A apresentação do Celcom foi realizada pela bolsista do Laboratório de Sensores e Sistemas Embarcados da UFPA (Lasse) e voluntária no Celcom, Brenda Vilas Boas, que destacou a importância e as dificuldades em conectar a Amazônia. “Há três grandes desafios para a inclusão digital no mundo, que são o de melhor conhecer e localizar de forma georeferenciada as comunidades isoladas, o de fabricar equipamentos adequados às comunidades rurais isoladas e pobres e o de adequar as regulamentações em cada país. A visibilidade que o UIT promove ajuda nos três desafios”, explica a estudante.

A UIT, como agência especializada da ONU, promove a cooperação internacional e a solidariedade na prestação de assistência técnica e criação no âmbito do setor de desenvolvimento de telecomunicações. A agência tem como objetivo desenvolver e melhorar os equipamentos de redes de telecomunicações nos países em desenvolvimento.

“Há muita movimentação da comunidade internacional para melhorar os serviços de TIC na África. Mas, muito pouco se tem discutido sobre a Amazônia, que possui especificidades na propagação do sinal devido à densidade e altura da vegetação, por exemplo. Por isso é importante que sejam feitos grandes esforços para apresentar os cenários da Amazônia e suas particularidades, a fim de influenciar não só as recomendações internacionais, mas, também, os legisladores nacionais na busca por soluções na oferta de serviços básicos de telecomunicações”, afirma o professor e coordenador do projeto, Aldebaro Klautau Junior.

Parceria – O Celcom já possui um projeto piloto em Boa Vista do Acará, em parceria com o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), de São José dos Campos. Este ano, a Sectet e Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Pará (Prodepa) apoiarão mais dois projetos-pilotos, um em Itabocal (Irituia) e outro em Caxiuanã (Melgaço).

Os testes pilotos do Celcom utilizarão rádio frequência como qualquer outro celular, por isso a UFPA solicitou uma licença experimental para a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), chamada Licença Especial para Fins Científicos e Experimentais (SEFCE), que possui validade de dois anos, passível de ser prorrogada por igual período. A expectativa é a de que, após o período experimental, as comunidades absorvam a gestão e a manutenção da rede, tornando-a tecnicamente e economicamente sustentável.

brazino777 Mapa do site