brazino777

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
ENSINO SUPERIOR

Forma Pará leva educação e melhoria de vida para estudantes de todos os municípios do Estado

O Forma Pará, que tinha a meta inicial de ofertar 4 mil vagas em quatro anos, superou as expectativas e, até o final de 2022 terá curso superior

Por Fernanda Graim (SECTET)
03/10/2022 09h00

“Poder cursar gastronomia no meu município é a realização de um sonho não só meu, mas da minha família. O nosso é o primeiro curso de gastronomia do Norte do Brasil, provavelmente se não fosse o Forma Pará, se não fosse a Uepa, nós não teríamos um curso desses tão cedo em uma universidade pública, ele tem um custo alto e eu provavelmente não o cursaria se não fosse pelo Forma Pará”.

A afirmação da estudante Samara Senado de 20 anos, natural de Maracanã e moradora de Salinópolis há 18 anos, ambos no nordeste paraense.  A jovem é aluna do terceiro semestre da turma de gastronomia da Universidade do Estado do Pará (Uepa), por meio do programa estadual Forma Pará, no município em que reside. Coordenado pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet), desde 2019, quando foi lançado, o programa tem exatamente o objetivo de levar cursos superiores a todos os municípios do Estado, contando com a parceria das prefeituras, entidades da sociedade civil e Instituições de Ensino Superior (IES). 

“Eu acredito que oportunidades como esta mudam não só a nossa vida no individual, mas no coletivo. É o que quero, retribuir pra minha comunidade e região com o conhecimento que a universidade me proporciona. Assim como eu, muitos jovens do interior estão realizando seus sonhos com o Forma Pará, pois universidade veio até nós e tornou este sonho realidade”, festeja Samara.

Samara Senado e o Escondidinho do SalEla foi a campeã, no dia 10 de setembro, do Rally dos Sabores, com o prato ‘Escondidinho do Sal, competição que ocorreu durante a realização da última etapa do 30º Rally dos Sertões no litoral paraense. Samara conta que pensou em fazer algum curso superior antes, mas seria economicamente inviável sair de Salinópolis para estudar. Por isso ingressou no curso de Matemática dentro do próprio município, mas logo largou por não se identificar. Foi então que surgiu a oportunidade ofertada pelo Forma Pará e ela aproveitou, afinal o  seu interesse pela culinária surgira quando ela ainda era criança e via a avó cozinhar.

Superação - Nos últimos anos, a história de Samara é bem parecida com a de muitos outros estudantes que residem de outros municípios paraenses. O Forma Pará, que tinha a meta inicial de ofertar quatro mil vagas em quatro anos, superou as expectativas e, até o final de 2022, concretiza a sua universalização, o que significa a oferta de pelo menos um curso superior em cada um dos 144 municípios do Estado.

“Nós conseguimos mais que dobrar a meta inicial do programa, já são quase 10 mil vagas ofertadas. Além disso, há uma diversidade entre os cursos oferecidos nas mais variadas áreas do conhecimento. Eles são distribuídos de acordo com a vocação econômica de cada região e as provas dos processos seletivos ocorrem de forma concomitante na maioria das vezes, destinando um bônus na nota da prova para candidatos que cursaram o ensino médio ou que moram no município onde o curso é ofertado. Isso possibilita a formação de profissionais que podem contribuir para o desenvolvimento local”, ressalta a titular da Sectet e gestora do Forma Pará, Edilza Fontes.

Processos seletivos

Nos dias 11 e 18 de setembro, estudantes de 74 municípios paraenses realizaram as provas dos Processos Seletivos Especiais (Prosel), referentes à chamada 2023 do programa, com a oferta 3.740 vagas de cursos superiores em quatro Instituições de Ensino Superior (IES) públicas: Universidade do Estado do Pará (Uepa), Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) e Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa). 

Estão abertas ainda as inscrições para os preenchimentos de mais 320 vagas referentes ao Instituto Federal do Pará (IFPA). Os cursos e municípios contemplados são os seguintes: Gestão Hospitalar, em Terra Alta (50 vagas); Educação do Campo, em Irituia (50 vagas); Engenharia Civil, em Belterra (50 vagas); Agronomia, em Prainha (50 vagas); Engenharia Ambiental e Sanitária, em Ipixuna do Pará (40 vagas); Gestão Ambiental, em Abaetetuba (40 vagas); e Engenharia Ambiental e Sanitária, em Vigia (40 vagas). Ainda em outubro, serão abertas as inscrições para 200 vagas do curso de Direito em Almeirim, Novo Progresso, Cumaru do Norte e Rondon do Pará.

“Este é um dos cursos mais difíceis de conseguirmos ofertar fora de sede devido aos critérios exigidos pelas universidades e pela própria Ordem dos Advogados do Brasil. Por isso, é muito bom poder anunciar que o Forma Pará vai ofertar Direito em mais quatro municípios”, comemora a secretária Edilza Fontes.

Lei- Com a publicação da Lei 9.324, de 7 de outubro de 2021, o Forma Pará garantiu a sua continuidade ao longo do tempo. Isso também permitiu ao programa ofertar bolsas de extensão e cursos de pós-graduação (especialização, mestrado, doutorado e pós-doutorado). No Diário Oficial do Estado (DOE) do dia 21 de junho deste ano foi publicado o resultado final da análise de propostas dos cursos de especializações. No total foram credenciados 177 proponentes das IES, os quais disponibilizarão cursos de especialização em 103 municípios. As chamadas para seleção dos alunos das especializações estão previstas para começar em outubro.

Serviço: Os editais dos processos seletivos do Forma Pará podem ser acessados no Portal da Fadesp.

brazino777 Mapa do site