brazino777

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
TURISMO E ECONOMIA

Círio de Nazaré potencializa segmento do turismo religioso no território paraense

Pesquisa da Setur e Dieese apontam cerca 80 mil turistas atraídos pela festividade nazarena 2023 que movimentou R$ 150 milhões na economia local

Por Sâmia Maffra (SETUR)
17/10/2023 12h17

Considerado bem imaterial do Patrimônio Cultural do Brasil, a festividade do Círio de Nossa Senhora de Nazaré tem atraído cada vez mais turistas em busca do turismo religioso e de experiência, impulsionando e promovendo o estado do Pará no cenário nacional e internacional.

Um estudo da Secretaria de Turismo do Estado do Pará (Setur) e do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), aponta que a capital paraense recebeu 80 mil turistas de outros Estados brasileiros e de países. O número é 33,7% superior ao ano do ano de 2022 – e movimentou cerca de R$ 150 milhões na economia estadual.

A Setur destaca que o Turismo Religioso configura-se pelas atividades turísticas decorrentes da busca espiritual e da prática religiosa em espaços e eventos relacionados às religiões institucionalizadas, independentemente da origem étnica ou do credo. O viajante se desloca para visitar determinado local, ou para participar de um evento, como o Círio, e ainda ter a vivência de experiências, como as peregrinações. 


Segundo o Ministério do Turismo (Mtur), o turismo religioso é responsável por gerar R$ 15 bilhões anualmente. Dentro da lista de mais de 300 municípios com atrativos diversos do segmento, o Mtur identificou 96 destinos que têm calendário de eventos exclusivos do turismo religioso no país.


Anualmente são realizadas 8,1 milhões de viagens domésticas movidas pela fé (turistas, sem contar excursionistas). Ao somar com os excursionistas, chega-se a 18 milhões de viagens com essa motivação. Em relação aos turistas internacionais que procuram o Brasil com fins religiosos, este número é de aproximadamente 50 mil ao ano.

Para o titular da Setur, Eduardo Costa, as festas religiosas são fortes expressões da cultura brasileira. “Geralmente, esses viajantes buscam se conectar com a própria espiritualidade e celebrar a fé. O Círio de Nazaré, além de ser a maior festa religiosa do Brasil, no qual a grande procissão de domingo reúne 2 milhões de fiéis num único dia, é um nicho de alto potencial para turistas e profissionais da área. O Governo do Estado está cada vez mais preparando e estruturando nossa capital para receber os viajantes, fator que pode ser decisivo para o turista religioso”, sinalizou Costa. 


Outubro em Documentário
- Uma equipe técnica da Embratur (Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo ), entidade responsável pela promoção, marketing e apoio à comercialização dos destinos brasileiros no exterior, também esteve entre os dias 4 a 10 de outubro na capital paraense produzindo e executando um documentário da série “Turismo Transforma”, com episódios mensais focados em segmentos turísticos. A celebração do Círio de Nazaré é o tema da edição de outubro, que trata do turismo religioso. O documentário está em fase de edição e deve ir ao ar no canal oficial da Embratur no YouTube.

“O Círio é uma festa linda, emocionante e que representa a autenticidade da cultura paraense e brasileira. É essa experiência que o turista internacional procura quando viaja ao Brasil. Apesar desse potencial, o turismo religioso historicamente tem recebido pouca atenção nas ações de promoção internacional. Nós queremos mudar essa perspectiva e mostrar, através da religiosidade do povo brasileiro, a riqueza da nossa diversidade e força cultural”, sinalizou André Dias, gerente de Interlocução Ministerial da Embratur.

“O Pará está no centro das atenções com a expectativa pela realização da COP30, em 2025, e nós queremos mostrar ao mundo as belezas desse Estado. Até lá vamos tratar não só de religiosidade, mas de gastronomia, ecoturismo, turismo de aventura e tantas outras experiências que o Pará oferece”, complementa Dias. 

Além do Círio, a Embratur também acompanhou o Festival de Parintins e a Festa de Nossa Senhora da Boa Morte, na cidade de Cachoeira, no Recôncavo Baiano. “A atual gestão da Embratur quer mostrar para os brasileiros que o turismo internacional envolve uma cadeia econômica democrática e impacta positivamente a vida cotidiana das pessoas, gerando emprego, renda e desenvolvimento sustentável. Em outras palavras, turismo é lazer, mas também é trabalho e fonte de sustento de milhões de famílias”, avalia o gerente. 

A primeira temporada da série “Turismo Transforma” já tem seis produções, entre elas o turismo de base comunitária no Quilombo Kalunga, em Goiás, a Parada LGBTQIAP+ em São Paulo, a gastronomia em Minhas Gerais, com foco no queijo canastra. O turismo de negócios e eventos em Santa Catarina. A produção do momento é o filme sobre afroturismo, que foi gravado em Cachoeira, Santo Amaro e Salvador. Esse vídeo vai ao ar em novembro, como parte das comemorações do Mês da Consciência Negra. 

Promoção nacional- Pela primeira vez, o Ministério do Turismo (Mtur) reuniu uma comitiva de ministros e parlamentares para participar da procissão no Pará. Além do ministro do Turismo, Celso Sabino, estiveram presentes os ministros da Cultura, Margareth Menezes, e da Previdência Social, Carlos Lupi, além de deputados federais e prefeitos. O Mtur contou com um estande, denominado Casa da Cultura,  na Avenida Nazaré, para receber autoridades e proporcionar atendimento técnico sobre os programas e políticas do Mtur, entre eles o Fundo Geral de Turismo (Fungetur) e o Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur). 

A agenda da comitiva incluiu visitas ao Museu do Círio, à Basílica de Nazaré, e a participação nas procissões das águas, na Trasladação e na procissão no domingo.

O Ministro Celso Sabino falou sobre a visita e a valorização do turismo religioso. “O turismo religioso é um segmento com um enorme potencial de crescimento, e queremos mostrar ao Brasil e ao mundo essa celebração que leva milhares de pessoas às ruas de Belém em um momento de fé e de amor ao próximo. Não podemos nos esquecer de todo o potencial do setor para a movimentação econômica de uma cidade e também estamos atentos a isso”, comentou o ministro do Turismo, Celso Sabino. 

O Círio nas redes- As press trips, que são viagens planejadas para proporcionar experiências com um destino destinadas a jornalistas e criadores de conteúdo, fazem parte da estratégia da Setur para promoção do turismo paraense e fortalecimento do setor turístico no país. Durante o Círio, a Secretaria reuniu produtores de conteúdo do país, entre eles o apresentador Paulo Vieira do programa “Avisa Lá Que Eu Vou’, do canal GNT, que participou ativamente das romarias Fluvial, Moto romaria, Trasladação, Círio e também das celebrações do Auto do Círio e da Festa da Chiquita, considerado o lado profano da festividade. O material registrado e a experiência do apresentador do material e experiência serão exibidos no programa. 

A influencer digital, Karina Moutran, que já atua nas redes no segmento de turismo religioso desde 2014, acompanhou a festividade de Nazaré pela primeira vez, a convite da Setur. “Nenhuma festividade que participei se compara ao Círio, é uma emoção que transborda do peito, ver a passagem de Nossa senhora é um momento mágico, é uma festa religiosa sem igual”, relembra Karina, que já fez cobertura das festividades de Fátima (Portugal), Lourdes (França), Vaticano (Itália) e Aparecida (São Paulo). 

brazino777 Mapa do site