brazino777

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
26º FÓRUM DE GOVERNADORES DA AMAZÔNIA LEGAL

Governadores da Amazônia Legal e Ministério da Justiça lançam Plano de Segurança para região

Realizado em Manaus (AM), o 26º Fórum de Governadores da Amazônia Legal debateu desafio comuns

Por Leonardo Nunes (SECOM)
10/11/2023 13h14

Os governadores da Amazônia Legal, que abrange Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e Maranhão estiveram reunidos nesta sexta-feira (26), em Manaus (AM), firmando parcerias institucionais junto ao Ministério da Justiça e Segurança Pública e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para avanços e investimentos na segurança públicas dos Estados. 

Somente nesta área foram assinados quatro convênios que preveem investimentos em equipamentos e ferramentas de inteligência. Os investimentos têm como objetivo fortalecer os órgãos de segurança com suas atuações nas áreas urbanas e preservação da floresta com combate aos crimes ambientais e na região de fronteiras.

“Todos os Estados da Amazônia Legal estão reunidos aqui em Manaus para debater e discutir os desafios de nossa região e também aproveitar para o lançamento, junto com o Ministério da Justiça, do Plano Específico de Segurança para a Amazônia. O objetivo é atender as cidades, mas também as comunidades tradicionais, os povos ribeirinhos, as fronteiras da Amazônia e, claro, cuidar e dar segurança para a nossa população”, explica o presidente do Consórcio Amazônia Legal (CAL) e governador do Pará, Helder Barbalho.

Durante a reunião com os governadores, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, relatou que as ações demonstram o início de uma atuação mais articulada junto aos Estados Amazônicos. “Parceria e integração de ações, principalmente, já com repasses de recursos”, afirmou o ministro.

O presidente do BNDES, Aluízio Mercadante, detalhou que são recurso destinados para diferentes instituições da região. “Esses recursos estão distribuídos para Polícia Federal e Rodoviária Federal, Força Nacional e forças policiais estaduais. Um conjunto de investimentos que pretendemos avançar”, ponderou. 

Durante a reunião também foi assinado, junto a representantes do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional, um de acordo de cooperação técnica para pactuação de uma agenda de desenvolvimento regional, com foco em projetos no segmento de Bioeconomia e na estratégia Rotas de Integração Nacional, com todos os nove Estados da Amazônia Legal (Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins), bem como a elaboração dos Planos Estaduais para o Desenvolvimento e a Integração da Faixa de Fronteira - PDIFFs, sendo estes elaborados com os sete Estados localizados na área de fronteira (Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia e
Roraima).

Desenvolvimento integrado - O Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal é formado por nove Estados, que ocupam 59% do território brasileiro e abrigam mais de 29,3 milhões de pessoas.

Sua missão é acelerar o desenvolvimento sustentável da Amazônia Legal de forma integrada e cooperativa, considerando as oportunidades e os desafios regionais. O Consórcio visa ser referência global em articulação, estratégia e governança, para transformar a Amazônia Legal em uma região competitiva, integrada e sustentável até 2030.

brazino777 Mapa do site