brazino777

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
APOIO À PRODUTIVIDADE RURAL

Nova edição da Feira de Agricultura Familiar, em Belém, incentiva pequenos produtores

Evento promove a comercialização direta entre quem produz e consumidores, nesta edição, foram ofertados hortaliças, mel, entre outros produtos

Por Ascom (Ascom)
01/12/2023 09h28

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) promoveu mais uma edição da tradicional Feira da Agricultura Familiar e da Sustentabilidade. A iniciativa, que faz parte do Programa de Educação Ambiental e Agricultura Familiar (Peaaf), busca o desenvolvimento rural sustentável no território paraense, ao apoiar a geração de renda de pequenos fornecedores do Pará.

Realizado em dois dias, o evento ocorreu na unidade da Semas localizada na avenida Magalhães Barata, n°138,no bairro de Nazaré, a "Casa Vicente de Paula" na quarta-feira (29), e no prédio-sede da Semas, localizado na travessa Lomas Valentinas, entre as avenidas João Paulo II e Perimetral, nº 2717, no bairro do Marco, na quinta-feira (30).

Na ocasião, foram ofertados ao público uma gama de produtos de origem orgânica como frutas, laticínios, hortaliças e mel para os moradores da comunidade local e servidores da Semas, bem como produtos naturais para pele, como sabonetes e óleos diversos.

A secretária adjunta de Gestão Administrativa e Tecnologias, Lília Reis, destacou a importância que a Feira da Agricultura Familiar tem para a Semas, visto que esse evento faz parte do calendário mensal do órgão, gerando grande expectativas entre os servidores da secretaria. “A Feira da Agricultura Familiar é muito boa para os nossos servidores, eles já esperam a data para poder fazer as compras de produtos que vêm dos pequenos produtores, que são produtos de qualidade e livres de qualquer defensor químico, e todo mundo que eles colocam aqui na frente. É muito bom para os nossos servidores”, relatou a secretária adjunta. 

Edira Vidal, Gerência de Programas e Projetos de Educação Ambiental da Coordenadoria de Educação Ambiental, ressalta novamente a grande aceitação do público com a tradicional feira, fazendo com que o agricultor possa ainda mais divulgar seus produtos tanto para os servidores da Semas, como para as comunidades ao redor dos pontos de venda. 

“Nós temos a perspectiva de sempre trazer o agricultor para divulgar o produto, fazer o escoamento do produto lá do local e trazer para nós os servidores e para a comunidade. A aceitação sempre é bem-vinda, todos aceitam e aderem, já temos um público certo, que faz o sucesso da feira e a gente já espera a de dezembro que será a última. A gente conta com mais a participação do público e é isso”, frisou Edira.

A comerciante de geleias de produtos regionais, Elisa Lisboa, participou pelo segundo mês consecutivo da Feira, e agradeceu novamente a Semas pelo convite, onde ela tem a oportunidade de atingir um público ainda maior com seus produtos. “Eu recebi o convite para participar e aceitei porque, no momento, o meu maior ponto de venda está nas feirinhas itinerantes. Minha expectativa aqui é poder ter uma boa venda, para que eu possa retornar várias vezes. Também não poderia deixar de agradecer novamente a Semas por contribuir com nosso movimento, dando oportunidade para expormos nossos produtos para que venham conhecer mais sobre o nosso trabalho, tanto os próprios servidores do órgão, como as pessoas que passam por nós ”, informou.

No espaço onde ocorre a feira também há coletores de materiais recicláveis, como garrafas pets, papel e papelão, vidros, alumínio, além das pilhas e baterias usadas, que são trocados por mudas de plantas medicinais e para decoração de residências. Durante o período da feira, também é possível realizar a permuta de material reciclável por biofertilizante, um adubo químico produzido no biodigestor que funciona na própria Secretaria. Após realizada a troca, todo o material arrecadado é entregue para o Instituto Alachaster, que atua em parceria com a Semas na feira, onde posteriormente encaminham os produtos recebidos para cooperativas e outros destinos para reciclagem.

Na Feira da Agricultura Familiar e da Sustentabilidade também é possível encontrar produtos oriundos das oficinas de ecobijuterias ministradas pela Semas nas Usinas da Paz da Região Metropolitana de Belém, representando mais uma oportunidade de geração de renda. Nessas ocasiões, os participantes das oficinas têm a oportunidade de comercializar o que é produzido nas UsiPaz com suas próprias mãos. As produções são das mais variadas modalidades, como colares, brincos e pulseiras, feitos com materiais que seriam descartados de forma irregular no meio ambiente, como papel de revista, embalagens de perfumes, sabonetes, bolsas e demais itens.

brazino777 Mapa do site