brazino777

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
TURISMO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

Pará consolida imagem de destino turístico doméstico e internacional no ano de 2023

Política pública de turismo estadual foca em produtos turísticos paraenses, parcerias com o governo federal e qualificação profissional do setor

Por Sâmia Maffra (SETUR)
15/12/2023 11h11

Promoção dos produtos turísticos paraenses, parcerias com o governo federal, capacitação e qualificação profissional do setor, pesquisas e estudos estatísticos, bem como acessibilidade aérea internacional e fomento ao turismo doméstico estiveram entre as prioridades da política pública de turismo no Pará em 2023.

A promoção de destinos turísticos em feiras e eventos de turismo, com a presença de todos os atores que compõem o trade, é uma das estratégias mais eficientes para fomentar o turismo receptivo, incrementar o fluxo de visitantes e aumentar a receita do Estado, proveniente dos gastos destes turistas em território paraense, além de gerar oportunidades de negócio e investimentos para o mercado local.

FEIRAS E EVENTOS 

O Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Turismo (Setur), esteve presente na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), em Portugal, o quarto emissor geral de turistas internacionais para o estado do Pará; no Pesca Trade Show, em São Paulo - a maior do segmento de turismo de pesca da América Latina; na World Travel Market Latin America (WTM LA), em São Paulo (SP), a maior do setor de viagens e turismo da região, onde a Setur também promoveu capacitação para cerca de 50 agentes de turismo nacionais e internacionais durante a WTM sobre o destino Pará, com foco na apresentação e divulgação de Belém, Santarém e Marajó.

O Estado também esteve na BNT Mercosul, em Balneário Camboriú, Santa Catarina, voltada à realização de negócios entre fornecedores e compradores do Brasil e de países vizinhos da América do Sul; na 16ª edição da ExpoCatólica, a maior feira de negócios e promoção do segmento religioso católico da América Latina, em São Paulo, para a qual a Setur levou uma mini-procissão do Círio e apresentações do Sairé e Marujada. A Setur fez também apresentação de atrativos turísticos do Pará no 'RoadShow Mercado e Eventos', em Campinas, voltado ao compartilhamento das novidades do mercado turístico e a promoção de negócios, reunindo cerca de 200 agentes de viagens.

O primeiro ciclo se encerrou com participação no Encontro Internacional de Gastronomias do Mundo, no município de Bragança, em Portugal. A Bragança portuguesa promove a adesão à Rede de Cidades Criativas da Unesco, na categoria Gastronomia, título que também já foi concedido à Belém em 2015. 

Tão importante para o destino quanto participar de feiras nacionais e internacionais, é receber eventos deste porte em seu território. Por isso, entre os dias 15 e 18 de Junho, foi realizada a 11ª edição da Feira Internacional de Turismo da Amazônia (FITA), considerada a maior de turismo da região Norte do Brasil, no Hangar – Centro de Convenções e Feiras, em Belém. O evento, deste ano trouxe como tema “Turismo e Bioeconomia, um novo paradigma para a Amazônia”. Além de eventos paralelos à feira, como o III Encontro Paraense de Gas de Turismo, I Congresso Internacional da Devoção Mariana e o encontro em comemoração aos 50 anos da ABAV-Pa (Associação Brasileira de Agência de Viagens do Pará).

Já no segundo semestre, o Pará apresentou seus produtos na ABAV Expo (Associação Brasileira de Agentes de Viagem), no Rio de Janeiro, edição que marcou os 50 anos da entidade e reuniu agentes de viagem, empresas do setor e destinos turísticos; na 35ª edição do Festuris, em Gramado (RS), destinada ao público, é o B2B, ou seja, para negócios entre empresas. E estará presente no Salão Nacional do Turismo, de 15 a 17 de dezembro, no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília (DF), destacando a diversidade cultural de cada região do País.

Ainda no âmbito da promoção, o Pará recebeu jornalistas argentinos e influenciadores do Chile, em um roteiro turístico por Belém e os municípios de Salvaterra e Soure, na Ilha de Marajó. A 'press trip' foi organizada pela Embratur, em parceria com o Sebrae, com o apoio da Setur.

Visando a COP 30, foram feitas ações de receptivo turístico durante o Diálogos Amazônicos e Cúpula da Amazônia, com pontos de experiência imersiva na Estação das Docas, Mangal das Garças, Parque do Utinga e Aeroporto Internacional de Belém. Nesses locais, os visitantes puderam degustar iguarias típicas, obter informações turísticas e ainda fazer registros nos espaços instagramáveis.

INVESTIMENTOS E ROTEIROS 

O alinhamento de políticas e parceria do Pará com o governo federal foi fundamental ao longo deste ano. Em reunião em Brasília (DF) com o presidente da Embratur (Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo), Marcelo Freixo, Belém ganhou apoio para receber escritório internacional na Amazônia e a sede COP 30. Durante a Cúpula da Amazônia, foi feito anúncio do MTur para que empreendimentos turísticos privados do estado do Pará sejam beneficiados por concessão de créditos do Fundo Geral de Turismo (Fungetur), operado com verbas do Ministério do Turismo que conta com mais R$ 201 milhões para estados das cinco regiões do país. 

A Comunidade Indígena Borari, situada em Santarém e a comunidade quilombola África e Laranjituba, localizada em Moju, foram selecionadas para o Projeto Experiências do Brasil Original (EBO), desenvolvido pelo MTur em parceria com a Universidade Federal Fluminense (UFF). A Setur também representou o Pará na 34ª Reunião Nacional dos Interlocutores Estaduais do Programa de Regionalização do Turismo (PRT) e no 1° Encontro Nacional de Turismo Responsável, em Natal (RN). O evento, que integra o Projeto “Brasil, essa é a nossa praia!”, também do MTur.

“O turismo é grande indústria do século 21, capaz de gerar emprego e renda. Porém, o mundo mudou seu hábito de consumo. Ninguém mais quer visitar locais que destroem o meio ambiente, que não respeitam suas populações originárias, que tenham racismo ou violência contra a mulher”, afirmou Marcelo Freixo, em visita a Belém.

PESQUISAS

Pesquisas, estudos e levantamentos estatísticos são essenciais para nortear as políticas em turismo. Este ano, a Setur participou de pesquisa de demanda em parceria com o MTur para formatação e execução de 3 cursos: técnico em guia de turismo, inglês avançado e espanhol avançado. Em meio a programação da FITA, foi feita a divulgação do Balanço Econômico do Turismo no Pará, com os números da atividade no estado. Mais de 938 mil turistas visitaram o Pará no ano passado, gerando mais de R$ 662 milhões em divisas para a economia do estado. E a pesquisa dos números do Círio de Nazaré, mostrou uma estimativa de receber cerca de 80 mil turistas e injetar US$ 30 milhões na economia do Pará. Ao todo, foram 40 pesquisadores aplicando os questionários nas ruas de Belém por ocasião do Círio de Nossa Senhora de Nazaré, num total de 2.400 questionários.

REGIONALIZAÇÃO

Eventos como a 5ª edição do Festival Tempero de Origem, no Espaço São José Liberto; apoio logístico, na organização e divulgação do o Amazônia Portel Aquafest 2023, em Portel; o “Curso de Observação de Aves”, em Marabá; o Curso de Condutor de Turismo de Pesca Esportiva, no município de São Caetano de Odivelas; o I Workshop de Pesca Esportiva de Altamira, em Altamira; e a II edição do Torneio de Pesca Esportiva do Tucunaré, em Vitória do Xingu contribuíram para dinamizar segmentos como o turismo gastronômico, turismo náutico, turismo de natureza e o turismo de pesca esportiva. 

A integração dos municípios em regiões permite a otimização dos recursos e esforços em termos de infraestrutura turística, promoção e desenvolvimento. Por conta disso, os Seminários de Regionalização do Turismo foram realizados em Marabá, Tucuruí, Belterra, Itaituba e Augusto Corrêa.

“O principal objetivo é a reativação dos Conselhos Municipais de Turismo para a reinserção dos municípios no Mapa do Turismo Brasileiro. Por isso realizamos uma capacitação para a formação de facilitadores para a elaboração de um plano de ação para os conselhos", explica o gerente de Estruturação de Destinos da Setur, Hugo Almeida.

Workshops de Turismo Responsável foram realizados em realizados em Soure, Acará, Vigia, Salinópolis, São Caetano de Odivelas e Itaituba com palestras de conscientização e entrega dos cartazes da campanha de enfrentamento à violência sexual de crianças e adolescentes em contexto de turismo.

CAPACITAÇÕES

Visitas técnicas e treinamentos do Sistema Cadastur, em sua versão 3.0, em Marabá e Parauapebas; Workshop Destinos Turísticos Inteligentes do Ministério do Turismo (MTur), em São Geraldo do Araguaia; formatura de turmas de “Qualidade no Atendimento” em Salinópolis e em Santarém; Curso de “Garçom e Garçonete” município de Oriximiná e na Ilha do Combu; Workshop de “Qualificação Regionalizada do Baixo Tocantins – Turismo e Desenvolvimento”, no município do Acará; o I Jornada de Turismo e Hospitalidade, em Santarém; a campanha “Verão, férias e informação no combate à violência e importunação sexual”, em Salinópolis; levantamento de atrativos e pontos de implantação de placas de sinalização turística, em Redenção foram outras ações executadas pela Setur na estruturação do destino Pará.

Buscando se atualizar como camareira de hotel, Maria José Cardoso participou de uma qualificação com a temática no município de Belterra. “O curso foi muito gratificante, já atuo há 13 anos nesse ramo, foi um grande aprendizado, me fortaleceu bastante, aprimorou e me qualificou ainda mais. O certificado é valioso para o mercado de trabalho”, avaliou.

Com uma rede de parceiros como Ideflor-Bio, Batalhão de Polícia Ambiental, ICMBio e prefeituras municipais, foram realizadas edições do curso de Condutor Ambiental de Trilhas e Caminhadas em Santarém, na Floresta Estadual de Trombetas (Flota Trombetas), em Itaituba, Salvaterra e Bragança

“O objetivo da Setur é formar pessoas que possam exercer essas atividades, oferecendo um melhor atendimento ao turista, melhorando a competitividade dos produtos turísticos paraenses e garantindo mais alternativas de emprego e renda para a população, e claro, consequentemente incrementando o fluxo de visitantes e turistas nestes atrativos”, explica o secretário adjunto da Setur, Lucas Vieira. 

ACESSIBILIDADE AÉREA 

Com forte trabalho de articulação junto as companhias aéreas houve a ampliação das rotas internacionais com novas opções de voos para os territórios ultramarinos franceses: Guiana Francesa, Martinica e Guadalupe e diminuição do tempo de voo entre a Amazônia e França. Os voos são realizados uma vez por semana pela empresa Air France. E agora em dezembro, o Aeroporto Internacional de Belém conta com uma nova opção de rota internacional: a Surinam Airways, companhia aérea nacional do Suriname, estará de volta à capital paraense. Os voos entre Belém e Paramaribo, capital do país, serão realizados às quintas-feiras e aos domingos, no período noturno.

A retomada da parceria com a Surinam Airways é mais um reforço nas operações internacionais do aeroporto, que, hoje, conta com rotas para quatro destinos fora do país: Fort Lauderdale, nos Estados Unidos, operada pela Azul; Lisboa, em Portugal, pela TAP; Caiena, na Guiana Francesa, pela Air France; e Paramaribo, no Suriname, com a Gol.

CÍRIO DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ

Principal atrativo turístico do estado, as celebrações e festividades da quadra nazarena têm atenção especial da Setur. Em 2023, houve apresentação do protótipo da corda do Círio de Nazaré, com 50 metros de extensão, com matéria prima local e totalmente fabricada no Pará, no município de Castanhal, desde a produção da semente, plantio, colheita à fabricação industrial. A corda foi feita de malva amazônica que tem fibra de maior maciez e 10% mais resistente que a dos anos anteriores feita de sisal. 

Batismo de aeronaves, apresentação folclórica, som de carimbó, terço e missa com visita da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré marcaram o receptivo de turistas do Círio 2023, no Aeroporto Internacional de Belém. O receptivo ao turista ocorreu também na Estação das Docas.

Assim como apoio aos peregrinos de Nazaré, com tendas, banheiros químicos, hidratação, massagem, atendimento médico e alojamento em 18 pontos ao longo da BR-316 e a novidade desse ano foram 5 pontos na Alça Viária para atender aos romeiros que vêm do Baixo Tocantins, de municípios como Abaetetuba e Igarapé Miri.

Cumprindo a tradição, a Setur promoveu o 36º Concurso de Ornamentação de Embarcações da Romaria Fluvial 2023, com a bandeira náutica de identificação das embarcações concorrentes e também a premiação das embarcações que com maior pontuação nos critérios de ornamentação religiosa, postura da tripulação e obediência e também o cumprimento do horário e percurso do cortejo, a segurança da navegação. 

A entrega dos troféus foi feita no auditório Eneida de Moraes, no Palacete Faciola. Mais de 250 embarcações se inscreveram para concorrer ao longo do trajeto de 10 milhas pelas águas da Baía do Guajará. Durante a cerimônia de premiação foram conhecidos os nomes das embarcações, proprietários ou locatários e decoradores vencedores do Troféu Carlos Rocque, jornalista, historiador e idealizador da Romaria Fluvial no ano de 1986. 

“Obrigado por essa oportunidade e premiação. O Círio Fluvial é a mais importante pauta dessa empresa familiar. Aguardamos o ano inteiro por esse momento. Receber esse prêmio da Setur é um reconhecimento e uma honra pra nós. Estamos há mais de 10 anos investindo no turismo da Amazônia. O Círio de Nazaré é realmente impressionante”, afirmou a decoradora Paola Sampaio, uma das premiadas deste ano.

“O Pará se consolida como destino forte, potente e com diversos produtos turísticos impressionantes. Queremos trabalhar essa vinda de mais turistas para o Estado, por meio de qualificação profissional, dos cadastro de prestadores de serviços turísticos, atração de investimentos, para estarmos melhores posicionados no mercado turístico nacional e internacional, proporcionando ao visitante uma oferta turística diversificada com planejamento de ações para gerar o aumento da renda e dos empregos no setor turístico ”, avaliou o titular da Setur, Eduardo Costa.

Texto de Israel Pegado

brazino777 Mapa do site