brazino777

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
TURISMO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

Setur capacita mais de 200 gestores de turismo nos municípios paraenses em 2023

Entre as iniciativas, Secretaria de Estado de Turismo (Setur) promove seminários sobre gestão turística estratégica, entre outros temas

Por Israel Pegado (SETUR)
20/12/2023 11h03

Uma das políticas públicas em turismo de maior crescimento nos últimos anos para fortalecimento dos destinos turísticos tem sido a adoção da estratégia de regionalização. A integração dos municípios favorece a otimização dos recursos de infraestrutura turística, logística, capacitação do setor, promoção de atrativos e desenvolvimento das regiões agregadas. No Brasil, o Ministério do Turismo fomenta a integração, estruturação e desenvolvimento sustentável de destinos turísticos brasileiros por meio do Programa de Regionalização do Turismo (PRT).

A Secretaria de Estado de Turismo (Setur) é a responsável pela implementação da política do governo federal no Pará. Neste ano, os Seminários de Regionalização do Turismo foram realizados em seis regiões turísticas, nos municípios de Marabá, Belém, Tucuruí, Belterra, Itaituba, Paragominas e Augusto Corrêa. Os seminários contaram com a presença de representantes de mais de 30 municípios paraenses e mais de 200 gestores de turismo qualificados.

“Nas ações de regionalização em território paraense aproveitamos os recursos naturais, culturais e históricos que os municípios de uma determinada região têm a oferecer. O programa é realizado com ações coordenadas, em parceria com as prefeituras municipais e agentes do trade como meios de hospedagem, espaços de lazer, alimentação e bebidas, transportes, dentre outros”, explica o secretário de Turismo do Pará, Eduardo Costa.

Os Seminários de Regionalização do Turismo promovidos pela Setur são estratégicos para impulsionar o desenvolvimento do turismo estadual, mas também para fomentar a integração de diversos municípios, a capacitação de gestores municipais de turismo.

“Já se consolidaram como uma ferramenta indispensável para aprimorar a gestão turística. Os investimentos em estradas, transporte, hospedagem e outras hospitalidades podem ser mais eficientes e direcionadas estrategicamente para locais e destinos aptos e preparados, beneficiando tanto os turistas quanto os moradores do território”, afirma Eduardo Costa.

Além do papel de sensibilização e conscientização sobre a importância da regionalização do turismo, os seminários do PRT revelam plataformas eficazes para identificar desafios e oportunidades específicas de cada região. Ao promover debates, palestras, oficinas, dinâmicas de grupos e visitas técnicas eles ajudam a construir uma compreensão mais sólida sobre os benefícios econômicos, sociais e culturais que podem ser alcançados por meio da integração regional.

O turismólogo da Setur, Cléber Gomes, interlocutor estadual do Programa de Regionalização do Turismo, ressalta que entre os fatores de sucesso na implementação dessa política e na inserção de municípios no Mapa do Turismo Brasileiro requer o reconhecimento e apoio ao trabalho da rede de interlocutores municipais e regionais do Programa e do fortalecimento das Instâncias de Governança Regionais.

Para o MTur, a regionalização do turismo é uma abordagem que reconhece a diversidade e potencialidades únicas de cada região, buscando consolidar a oferta turística de maneira mais eficiente e atrativa. A capacitação de gestores municipais de turismo é um dos principais objetivos desses eventos. Ao oferecer conhecimentos atualizados sobre as melhores práticas de gestão, criação ou manutenção de conselhos municipais de turismo, roteirização, inventários de ofertas turísticas, elaboração de planos de ação e orientações sobre os critérios de inclusão dos municípios paraenses no Mapa do Turismo Brasileiro,  os seminários qualificam os profissionais responsáveis pelo turismo nos municípios com as ferramentas necessárias para enfrentar os desafios e explorar as oportunidades de seus atrativos e produtos turísticos.

Os seminários servem como uma ponte entre as políticas do Ministério do Turismo e da Setur para a implementação prática nos municípios, favorecendo o desenvolvimento econômico, a preservação cultural e a melhoria da qualidade de vida nas comunidades envolvidas.

Segundo Hugo Almeida, gerente de Estruturação dos Destinos Turísticos, ao fazer um balanço geral dos seminários, é possível destacar diversos pontos positivos que contribuíram significativamente para o avanço da regionalização do turismo. “Esses eventos proporcionam um espaço valioso para o intercâmbio de conhecimentos e experiências, o estabelecimento de conexões, compartilhamento de recursos e criação de sinergia entre os diferentes atores envolvidos no turismo, como gestores públicos, empresários, acadêmicos e representantes da sociedade civil e a criação de parcerias entre diferentes setores e atores é essencial para a implementação bem-sucedida de iniciativas em prol do desenvolvimento turístico regional", conclui.

brazino777 Mapa do site