brazino777

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
BALANÇO PARCIAL

Operação 'Festas Seguras' resulta em redução de 50% nos crimes de roubos e furtos

Segunda fase da operação integrada garante policiamento na Região Metropolitana e no interior de 22 de dezembro de 2023 até o próximo dia 8 de janeiro

Por Roberta Meireles (SEGUP)
04/01/2024 17h20

Ações integradas já têm resultados positivos no combate à criminalidade no final de 2023 e início de 2024O resultado parcial da segunda fase da Operação “Festas Seguras” foi divulgado pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) nesta quinta-feira (4). A operação foi deflagrada, de forma integrada, para garantir maior segurança às pessoas que se deslocaram para o interior do Estado, principalmente aos balneários mais procurados para as festas de fim de ano. A segunda fase da operação começou no dia 22 de dezembro de 2023, e prossegue até a próxima segunda-feira (8).

Segundo os dados divulgados pela Secretaria Adjunta de Inteligência e Análise Criminal (Siac), vinculada à Segup, o Pará apresentou 50% de redução nos crimes de furto e roubo entre 30 de dezembro de 2023 a 2 de janeiro de 2024, em relação ao mesmo período do ano passado. Em números absolutos, foram registrados 512 ocorrências de roubo nesse período, nos anos de 2022 e 2023, e 249 computados no período de 2023 a 2024.

Em relação ao crime de furto foram registradas 1.001 ocorrências no período de 2022 a 2023, e 503 de 2023 a 2024.

Planejamento- O titular da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado, informou que as forças de segurança monitoram as movimentações no Estado durante todo o ano, e neste período já executam um planejamento feito com antecedência, para atender à grande movimentação de pessoas no interior, o que exige maior efetividade nas ações de prevenção e ostensividade policial, somadas à integração dos órgãos de segurança, para garantir resultados positivos e maior tranquilidade a todos.

“Nós, inclusive, mapeamos os locais com maior movimentação de turistas nessa época do ano e enviamos nossas equipes para reforçar e fortalecer as ações do Sistema de Segurança Pública com policiamento ostensivo, e as fiscalizações nas rodovias e vias de acesso a esses locais. Os agentes também fiscalizam estabelecimentos comerciais, restaurantes, bares e casas de shows, e ainda mantiveram a presença policial nos locais mais movimentados, para que a população pudesse ter acesso a eles em caso de qualquer demanda. Assim como estabelecemos bases como os CICCs (Centros Integrados de Comando e Controle), tanto em Salinas como em Bragança, reforçando as ações e garantindo o monitoramento nesses locais, o que nos auxilia e resulta na redução dos indicadores de criminalidade”, destacou Ualame Machado.

Redução - Na Região Metropolitana de Belém (RMB) também houve queda nos indicadores de criminalidade durante o fim de ano. O Estado, por meio dos órgãos de segurança, manteve o reforço nas unidades policiais da RMB e intensificou as ações ostensivas, a exemplo da Operação Polícia Mais Forte, executada pela Polícia Militar, para inibir e coibir práticas criminosas.

De acordo com os dados divulgados pela Secretaria Adjunta de Inteligência e Análise Criminal (Siac), a Região Metropolitana de Belém apresentou 37% de redução nos crimes de roubo e 51% de queda nos furtos, ao comparar o período de 30 de dezembro de 2023 a 2 de janeiro de 2024 ao mesmo período do ano passado. Foram registradas 309 ocorrências de roubo, no mesmo período, nos anos de 2022 e 2023, e 149, de 2023 a 2024. Em relação ao crime de furto, foram registradas 337 ocorrências entre 2022 e 2023, e 165 de 2023 para 2024.

Produtividade - Até a última terça-feira (2), foram fiscalizados mais de 300 estabelecimentos, entre bares, restaurantes e similares, dos quais 36 foram fechados. Também houve abordagem a mais de 3.400 pessoas. Destas, 120 acabaram conduzidas para prestar esclarecimentos e 53 prisões foram efetuadas, além da instauração de 101 procedimentos.

Desde o início da segunda fase da “Festas Seguras”, a Polícia Civil também registrou 608 boletins de ocorrência.

Militares do Corpo de Bombeiros orientaram e advertiram 7.813 pessoas; realizaram 118 atendimentos pré-hospitalares; localizaram 10 crianças perdidas e distribuíram mais de 1.400  pulseiras para identificação de crianças nos balneários.

As ações prosseguem até segunda-feira (8), com reforço nos principais balneários e praias em razão das férias escolares, o que leva muitas famílias a aproveitarem mais o tempo de lazer nessas localidades.

brazino777 Mapa do site