brazino777

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
ATENDIMENTO HUMANIZADO

Materno Infantil de Barcarena é referência em parto de alto risco no Baixo Tocantins

Com quase 1.300 partos em 2023, unidade aposta na humanização para cuidar das mães e bebês

Por Ascom (Ascom)
05/01/2024 09h40

O primeiro dia do ano de 2024 foi inesquecível para Leidiane de Vilarinho Bararua, de 25 anos. A lavradora, que mora na Vila de Beja, em Abaetetuba, nordeste paraense, deu à luz à pequena Milena, que veio ao mundo com 2 quilos e 680 gramas no Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan (HMIB). 

Ela agradeceu a toda equipe pelo acolhimento e cuidado que a família toda recebeu na unidade. “Fui bem esclarecida pelos médicos e me senti bem e tranquila, fui muito bem acolhida aqui. O momento mais marcante foi na hora do parto. Senti muita segurança, a equipe toda foi maravilhosa comigo e com meu marido, que participou ativamente do trabalho de parto. Foi muito emocionante ver o meu marido cortar o cordão umbilical da nossa filha. Agradeço a todos os funcionários que me trataram muito bem”.

O HMIB realizou, em 2023, 1.290 partos, sendo 613 partos normais e 677 cesáreas. O hospital é referência em partos de alto risco para os 11 municípios do Baixo Tocantins - Abaetetuba, Barcarena, Igarapé-Miri, Moju, Baião, Cametá, Limoeiro do Ajuru, Mocajuba, Acará, Ponta de Pedras e Oeiras do Pará – e atua desde o pré-natal da mãe até o tratamento do recém-nascido.

“Somos porta aberta para os perfis de pacientes materno-infantis, como gestantes, puérperas e recém-nascidos com até 28 dias de vida. Nossa equipe realiza constantemente atualizações e implantações de protocolos que visam trazer uma segurança à assistência prestada ao paciente e para os colaboradores. Além disso, vale ressaltar que também contamos com o pré-natal de alto e médio riscos, com consultas com o profissional médico obstetra, ultrassonografia e exames laboratoriais”, explicou o coordenador de enfermagem, Willian Santos.

Atendimento - Quando a gestante chega para fazer o pré-natal na unidade, referenciada pela Central Estadual de Regulação, passa por uma espécie de tour no hospital, conhecendo o ambiente, a estrutura e também os profissionais que vão realizar o parto, para que ela se sinta mais familiarizada e segura dentro da instituição.

“Temos uma equipe multidisciplinar voltada a atender essa gestante. Nosso objetivo é que ela possa compartilhar as vontades, dizer como ela quer ganhar o bebê, em qual posição, além de se sentir mais à vontade e confiante com a equipe que vai cuidar dela e trazer ao mundo o filho”, destacou a gerente assistencial do HMIB, Kérina Quaresma.

Momentos antes do parto, a gestante também tem acesso a uma estrutura diferenciada para que os profissionais possam acompanhá-la e para facilitar o trabalho de parto. “Fazemos os partos não só das mães que fazem o pré-natal com a gente, mas de todas que precisarem do serviço. Essa gestante passa por uma avaliação médica no nosso setor de urgência e depois segue em acompanhamento clínico. Quando chega a seis centímetros de dilatação do colo uterino, ela é encaminhada para o PPP, que significa Pré-parto, Parto e Pós-parto. São cinco alas que temos na unidade, duas delas têm banheira com água morna, para as mães que quiserem realizar o parto dessa forma. Também contamos com banquetas e cavalinhos, além de bola suíça e um corredor para caminhada, que servem para estimular e facilitar o parto”, contou a gerente.

Serviço - Com um atendimento humanizado, o HMIB realiza um atendimento de excelência a mulheres gestantes e bebês recém-nascidos. A unidade é administrada pelo Instituto Social e Ambiental da Amazônia (ISSAA) em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), e está localizada na cidade de Barcarena, a 114 km de distância da capital Belém.

brazino777 Mapa do site