brazino777

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
HABITAÇÃO RURAL

Com incentivo da Emater, agricultores familiares terão acesso à moradia

Por Ascom (Ascom)
12/01/2024 12h42

Com o apoio da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater-Pará), 46 famílias de agricultores da Comunidade Camurituba Beira, em Abaetetuba, região do Baixo Tocantins, vão realizar em 2024 o sonho de ter a casa própria. Os produtores receberam na quinta-feira (11), o Cadastro Nacional da Agricultura Familiar (CAF) para terem acesso ao Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR).

O PNHR integra o Programa Minha Casa Minha Vida e objetiva a produção ou
reforma de imóveis aos agricultores familiares e trabalhadores rurais. São disponibilizados até R$ 75 mil para a construção de residências e até R$ 40 mil para reformas e melhorias. 

A previsão do início da construção das casas dos agricultores da Comunidade Camurituba Beira é para este ano. Os contemplados são da Associação dos Trabalhadores Unidos da Comunidade Camurituba Beira (ATUCCB).

"Nós buscamos melhoria para dentro da nossa comunidade e somos gratos pela parceria da Emater em nos ajudar na emissão do CAF", disse o presidente da ATUCCB, Nivaldo dos Santos Trindade.

Uma das beneficiadas com a construção da residência é agricultora, Clarisce Silva da Cruz, 28. A produtora rural é casada e têm dois filhos, de 5 e 9 anos. Clarisce não tem casa própria e há cinco anos mora com a família na casa dos pais.

"Eu estou muito feliz. Receber o CAF é uma oportunidade muito boa para ter acesso às políticas públicas, pois sabemos que para os produtores rurais as coisas são mais difíceis, por isso, receber hoje o CAF é uma conquista", disse Clarisce. "Graças a Deus e à Emater hoje temos a esperança de receber a casa por meio do CAF", ressaltou.

Assistência - A Emater atende a comunidade há mais de 40 anos com ações de assistência técnica e extensão rural que impactam diretamente na principal atividade econômica da localidade que é o cultivo da mandioca. A cultura da babana também gera renda aos produtores.

Além do PNHR, os agricultores terão acesso a outras políticas públicas, como o auxílio maternidade e doença, aposentadoria rural, e crédito rural por meio do Programa Nacional de
Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

A expectativa do Escritório Local (Esloc) da Emater é de injetar em torno de R$ 3,5 milhões este ano, no município de Abaetetuba por meio do Pronaf A, nas áreas de assentamento.

"Quando se trata de desenvolvimento rural dos municípios, o papel da Emater é muito importante. A questão da orientação técnica, por exemplo, reflete diretamente na
produtividade, e quando temos um ganho de produtividade é mais recurso que entra no município e mais condição para que o agricultor possa melhorar sua estrutura produtiva,
consequentemente utilizar este recurso no comércio local. Ou seja, quando fazemos um
Pronaf, é recurso que entra na cidade, movimenta o comércio, e todo mundo ganha", explicou o gestor ambiental e técnico em agropecuária, do Esloc de Abaetetuba, Elias dos Santos Melo.


Texto: Sarah Mendes - Ascom/Emater

brazino777 Mapa do site