brazino777

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
CUIDADOS

Hospital de Castelo dos Sonhos alerta para a prevenção de doenças no inverno amazônico

De acordo com médico infectologista, período é propício para aumento de casos de doenças transmitidas por mosquitos e enfermidades respiratórias

Por Ascom (Ascom)
18/01/2024 16h29

Popularmente conhecido como inverno amazônico, o período entre os meses de dezembro e maio são os que registram chuvas mais intensas e um clima mais frio nas cidades que fazem parte da Amazônia brasileira. Essa combinação é propícia para a proliferação de casos de dois tipos de doenças: as respiratórias, devido o aumento na aglomeração de pessoas, como Influenza e covid-19; e as transmitidas por mosquitos, que estão associadas à chuva, como é o caso da dengue, zika e Chikungunya.

O médico João Guilherme Assy, infectologista do Hospital Geral Público de Castelo dos Sonhos João Trevisan Sobrinho (HGPCS), que fica na região de Altamira, área de integração do Xingu, fez um alerta para os cuidados necessários com essas doenças nesta época do ano.

Segundo o profissional, existem formas de prevenção individual e comunitária para as doenças. "No caso de doenças como a dengue, zika e Chikungunya, a principal forma de prevenção é combater a proliferação do Aedes Aegypti, evitando o acúmulo de água parada. Além disso, o uso de repelentes é indicado para evitar a picada do mosquito. Já as doenças respiratórias são transmitidas de pessoa para pessoa, então se a pessoa estiver doente, ou estiver em ambientes fechados de serviço de saúde, como hospitais, é importante o uso da máscara cirúrgica que evita a transmissão das gotículas, além de lavar bem as mãos antes das refeições e antes de passar as mãos na boca ou nos olhos", explicou.

Sinais e sintomas –  O infectologista destacou que os dois grupos de doenças também apresentam sintomas diferentes, que precisam ser analisados e acompanhados por um profissional da saúde. "No caso de doenças respiratórias, nós temos quadros de gripe ou resfriado, com tosse, febre, espirro, coriza, olho e nariz coçando, dores no corpo. Às vezes em casos mais graves, também há a falta de ar e a febre alta. Já as doenças chamadas de arboviroses, que são as transmitidas por mosquito, temos a febre com mais de três dias de duração junto com dores no corpo, de cabeça, atrás dos olhos e nas juntas".

Segundo João Assy, em caso de sintomas mais graves ou pacientes com comorbidades, precisam ficar atentos aos sinais de alerta e procurar o quanto antes um médico para tratar as enfermidades. Crianças e idosos apresentam mais chances de desenvolver quadros mais graves. 

"O paciente precisa procurar o atendimento médico. A maioria dessas doenças conseguem ser resolvidas em unidades básicas ou de emergência. Mas em casos de febres prolongadas, desmaios, sangramento, falta de ar, queda de pressão, dores muito fortes que não passam ou se for um paciente cardíaco, com problemas nos rins, ou cirrose, por exemplo, é ainda mais importante que ele recebe a assistência de profissionais de saúde”, afirmou.

Tratamento – O Hospital de Castelo de Sonhos é uma unidade com perfil de baixa complexidade que atende pacientes moradores do distrito de Castelo dos Sonhos e também de Cachoeira da Serra e Vila Isol, localidades que ficam cerca de 1.100 km de distância da sede do município de Altamira.

A instituição oferta consultas médicas, exames e medicamentos para tratar dos tipos de doenças mais comuns no inverno amazônico. “A gente faz primeiro um diagnóstico baseado nos sintomas que o paciente está apresentando. Fazemos testes para o Covid-19 e Influenza, tanto rápidos quanto de laboratório, e também temos exames para identificar se o paciente está com dengue, zika e Chikungunya. No caso das arboviroses, tratamos com medicamentos os sintomas, para impedir o agravamento do quadro. Já nas síndromes respiratórias, temos um tratamento com remédios específicos que devem ser tomados nos primeiros dias da doença”, concluiu.

Serviço: Em funcionamento desde julho de 2020, o Hospital de Castelo de Sonhos João Trevisan Sobrinho (HPCS) vem trazendo melhorias na área da saúde aos moradores do distrito e de localidades próximas. 

O hospital também facilita o acesso aos serviços médicos para a população que vive à margem das rodovias BR-230 (Transamazônica) e BR-163 (Santarém-Cuiabá). Integrando a rede de saúde do governo do Estado, o Castelo de Sonhos é administrado pelo Instituto Social Mais Saúde (ISMS) em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

Texto: Ascom do Hospital de Castelo de Sonhos

brazino777 Mapa do site