brazino777

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
REUNIÃO ESTRATÉGICA

Sedeme e Seaster discutem políticas públicas para o fortalecimento do cooperativismo

Por Aldirene Gama (SEDEME)
23/01/2024 16h53

Os secretários adjuntos das Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), Carlos Ledo, e de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda da Seaster, Esmerino Neri Batista (Miriquinho Batista), estiveram reunidos nesta terça-feira, 23, para tratar sobre a implementação de políticas públicas voltadas para o fortalecimento do cooperativismo no Estado.

O encontro ocorreu na sede da Sedeme e contou com a participação da diretora de Cooperativismo da Sedeme, Ticianny Santos; da coordenadora de Cooperativismo e Crédito do Produtor, Luziane Sena; e da gerente da Seaster, Sueli Oliveira.

Na pauta da reunião, foi discutida a indicação de titulares e suplentes para a instalação do Conselho Estadual do Cooperativismo (Cecoop) (Lei 7780/2013), além de temas relacionados ao Conselho Estadual do Trabalho, Emprego e Renda (Ceter/PA), que é presidido por Miriquinho Batista. 

"Aqui foi o início de uma conversa, de tratativas no sentido de retomarmos nossas ações em parceria visando fortalecer o cooperativismo paraense em diversas atividades produtivas inclusive aquelas relacionadas a economia circular (reciclagem), economia criativa (artesanatos regionais) sem perder de vista a oportunidade de inclusão socioeconômica de grupos vulneráveis por meio do cooperativismo", reforçou o secretário adjunto, Carlos Ledo.

Na oportunidade, o secretário adjunto, Miriquinho Batista apresentou as políticas públicas da pasta, e as ações que já estão atendendo as cooperativas do Estado, além das ações desenvolvidas, por meio da Diretoria de Empreendedorismo e Economia Solidária, que são: Emissão de Carteira do Artesão, Programa Qualifica Pará e Programa Nacional Pró-Catador. 

"Foi um encontro muito produtivo. A Seaster tem o programa 'Qualifica Pará', um dos maiores investimentos em qualificação profissional do Estado, que qualifica o cidadão, seja no mercado formal ou informal, além de tratar os encaminhamentos via cooperativismo, que é uma forma de juntar as pessoas para melhoria da qualidade de vida e renda. Temos vários rumos do cooperativismo que podem ser trabalhados. Um exemplo é a reciclagem, uma necessidade urgente. Precisamos aprimorar, avançar, conquistar ainda mais espaço nesse sentido, para isso precisamos que as cooperativas, além de recolher, tenham tratamento e destino correto. Outro tema abordado pelo secretário, foi a questão dos moradores de rua. Não podemos fechar os olhos para essa questão, esse é o papel do Estado, é um papel nosso com governo", reforçou o secretário adjunto.

A diretora de Cooperativismo (Dcoop), Ticianny Santos, ressaltou a importância das ações que são realizadas em parceria. "As secretarias fortaleceram relações em especial no que tange a importância de planejar ações integradas e gerar resultados de impacto positivo na vida das pessoas e em nossa economia. Ações estruturantes preparatórias para a COP-30 também foram abordadas e para tanto, pactuamos que serão levantadas demandas qualificadas das cooperativas de reciclagem e de artesãos no que tange a maquinários, produtividade, regulamentação, incentivos, acesso a mercados, além de qualificação especializada, entre outros".

brazino777 Mapa do site