brazino777

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
GRATIDÃO

Após receber transplante de rim, amazonense volta ao HRBA para ação de beleza com usuários

Leonis Deodato é barbeiro na cidade de Manacapuru, no Amazonas, e cortou o cabelo de pacientes internados no Hospital Regional

Por Ascom (Ascom)
01/02/2024 12h52

Leonis cortou cabelo e fez a barba dos pacientes (Instituto Mais Saúde)

Uma ação cheia de gratidão e autoestima. Os pacientes internados no Hospital Regional do Baixo Amazonas Dr. Waldemar Penna (HRBA), em Santarém, oeste do Pará, ganharam na segunda-feira (29) um dia de beleza muito especial. 

Eles tiveram o cabelo cortado e a barba feita pelo barbeiro Leonis Alcantarino Deodato, de 39 anos, que é natural de Manacapuru, interior do Amazonas. A ação voluntária foi a forma que ele encontrou para agradecer pela assistência que teve e ainda tem na unidade.

No dia 1° de dezembro de 2022, Leonis passou por um transplante de rins no HRBA, após um ano e 11 meses fazendo tratamento de hemodiálise em Manaus e oito meses na fila de espera por um transplante no Estado do Pará. Ele recebeu um rim de um doador falecido de Belém. De lá para cá, ele segue o acompanhamento com os profissionais e visita Santarém a cada três meses para as consultas pós-transplante.

Desta vez, trouxe os materiais para dar um trato no visual dos pacientes. “A minha história com o HRBA é fantástica e estou retornando após toda a luta que tive aqui dentro desse hospital. Vim aqui com a minha função, como barbeiro, para fazer os cortes dos pacientes e trazer a eles autoestima, esperança e alegria no coração deles. É isso que eu quero trazer a eles. Minha missão é levar o amor a todas as pessoas”, afirmou.

O seu Nerivaldo Ferreira Almeida, de 41 anos, foi um dos pacientes que participou da ação de beleza. Ele fez barba, cabelo, bigode e aparou as sobrancelhas. Durante o corte, conversou com Leonis e conheceu um pouco da história dele.

“Para mim, foi uma alegria. Eu mesmo brincava com as enfermeiras e técnicas que eu estava parecendo um homem das cavernas (risos). E sou acostumado a cuidar da aparência, até pela minha profissão. Acredito em milagres e em boas ações. Agradeço muito ao Leonis pela ação dele. Isso nos motiva a prosseguir a vida, muda a nossa fisionomia, muda o nosso coração, a gente abre um sorriso. Muda por completo. Eu fiquei muito feliz”, contou o taxista.

Já o Luan de Oliveira Messias, de 27 anos, aproveitou a presença do Leonis para mudar o visual por completo. Ele deixou para trás o cabelo grande que tinha para um corte mais curto, com direito a um coração desenhado na lateral, além de aparar também a barba. O jovem aprovou a ação de beleza e reconheceu a importância do cuidado com a aparência na recuperação e tratamento dos pacientes.

Leonis cortou cabelo e fez a barba dos pacientes (Instituto Mais Saúde)

“Eu já vinha preocupado por não estar cuidando tanto como gosto e também estava com o desejo de mudar um pouco. Juntei tudo e consegui a coragem para cortar, fazer algo diferente. A ideia é sair daqui não só com uma nova chance, mas também com uma nova aparência. Vai ser tudo novo quando eu concluir toda essa fase que estou passando. Achei maravilhosa a iniciativa dele de retornar. E ele me acalmou bastante, me deu tranquilidade e força para passar por esse momento. Foi muito bom”, comemorou.

“Ao ofertarmos esses cuidados estéticos, a gente não só contribui para a recuperação física do paciente, mas também eleva a autoestima dele. Então, quando o paciente se olha no espelho e vê o cabelo cortado e a barba feita, ele tem a sensação de normalidade, de controle novamente sobre a sua vida, isso é essencial para uma recuperação positiva. Um gesto muito lindo de se ver. Um sentimento de gratidão pelo atendimento humanizado que esse usuário recebeu aqui e hoje pode contribuir com os nossos pacientes”, destacou o supervisor de humanização do HRBA, Douglas Caldeira.

Transplantes - O Regional de Santarém é referência em transplantes renais para uma população de 1,4 milhão de pessoas residentes em 29 municípios do oeste do Estado. A unidade já realizou 106 procedimentos desde 2016, quando foi habilitado pelo Ministério da Saúde. 

Só no ano passado, foram 26 transplantes de rins que deram uma nova vida aos pacientes que lutam contra a insuficiência renal. No caso de Leonis, ele encontrou um doador compatível no Pará porque, na época, o Estado do Amazonas não realizava transplantes renais. Foi no HRBA que ele deu início a uma vida nova.

Leonis recebeu o transplante de rim no dia 1º de dezembro de 2022_Instituto Mais Saúde

“Esse hospital significa um recomeço na minha vida. Para mim, as melhores pessoas do mundo estão aqui. Pessoas que realmente se importam com o ser humano e trazem qualidade de vida. São pessoas fantásticas, anjos de Deus. É um hospital que salva realmente as vidas e isso para mim é maravilhoso”, ressaltou o paciente, emocionado.

“Para nós, é muito bonito presenciar uma ação dessa e ver como ajudamos a mudar a vida de pessoas, vendo o exemplo do Leonis. Somos referência em transplantes renais e ver um paciente transplantado retornar e ofertar uma ação assim, para os outros usuários internados, nos dá a certeza que estamos no caminho certo, prezando por uma assistência humanizada e de excelência”, concluiu o diretor-geral do HRBA, Gean Francisco Cercal.

Serviço - Localizado no oeste do Pará, o HRBA presta serviço 100% referenciado, atendendo à demanda originária da Central de Regulação do Estado. A unidade pertence ao Governo do Pará, sendo administrada pelo Instituto Social Mais Saúde, em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), e fica localizada na Avenida Sérgio Henn, nº 1100, bairro Diamantino, em Santarém.

Texto: Ascom/HRBA

brazino777 Mapa do site