brazino777

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
EDUCAÇÃO

Integração e socialização marcam a primeira semana de início do ano letivo em unidade escolar de Parauapebas

Por Governo do Pará (SECOM)
02/02/2024 20h28

Os alunos da Escola Estadual Irmã Dulce, em Parauapebas, na região de integração do Carajás, voltaram às aulas nesta semana e já tiveram diversos momentos de integração. Com quase dois mil estudantes matriculados, a unidade segue com diversas atividades de acolhimento. A ideia é estimular o alunado para dar início ao calendário com o pé direito. 

No primeiro dia no ano letivo, a direção da escola realizou as boas-vindas para os alunos, pais e responsáveis, com momento musical, dinâmicas e repasses de informações. Já durante a semana, foi planejado a interação entre o professor e seus alunos, onde os docentes se apresentavam, mostravam a metodologia de sua disciplina e promoviam a sociabilidade. 

“Nesta primeira semana, foi um momento de apresentação, tanto de turmas, salas de aula, dos professores, para que os alunos se sentissem acolhidos pela escola. Os alunos estavam ansiosos para retornar, uma vez que eles gostam demais do espaço, que fica localizado em um bairro com 50 mil habitantes. É a única estadual nesses mediações com essa estrutura e com todo o corpo docente com a causa da escola, já que ela se comunica com várias entidades, tanto comunitárias, como empresarial, então a escola vem ser um lugar de anseio dos jovens que para o início de ano, eles estão amando”, conta o diretor Valdejan de Sá. 

“Meu retorno foi muito bom, depois de muito tempo, voltar e ter a nossa escola como era antes. Na nossa acolhida teve palestra e muita interação entre os alunos e professores, tudo isso foi muito legal”, disse a aluna do 2º ano, Luana Araújo.

O estudante do 3º ano do Ensino Médio, João Hélio, conta que estava ansioso para retornar e rever os amigos. “Foi um mês de férias e já estava ansioso para voltar, poder encontrar os amigos e estudar. Com a alteração no horário de aula, nós alunos poderemos aprender mais, isso faz uma grande diferença em nosso aprendizado. Além disso, ter uma escola com uma estrutura boa também nos auxilia nos estudos”, afirma o aluno.

Ação multidisciplinar - Dentro das ações do programa “Escola Segura”, o Governo do Estado realizou a contratação de psicólogos e assistentes sociais para cada Regional de Ensino. 

Na Escola Irmã Dulce, a iniciativa já começou nesta semana com os alunos, onde a psicóloga que está alocada na unidade realizou uma palestra sobre ‘Saúde Mental’. “Ter um profissional de psicologia no contexto escolar ganha uma relevância muito grande por entender que a escola é uma amostra também do que se mostra num contexto social mais amplo. Então efetivando essa política, inseridos no contexto escolar, faz com que consigamos pensar, de fato, a escola como uma maneira de a gente alcançar o aluno de uma maneira mais próxima e efetiva. Eu considero um passo gigantesco que o Governo do Estado está dando nesse sentido. Neste primeiro, momento conversei com os alunos sobre a saúde mental e o quão ela é importante para o coletivo”, disse a psicóloga Eloisa Ferreira. 

“Tem aluno que precisa daquele acompanhamento, às vezes nem é porque está doente, mas sua saúde mental está fragilizada. Ter alguém para conversar, discutir algum assunto, poder ter alguém para falar dos problemas na escola e de casa. Isso é bom, ajuda também no processo de amadurecimento de cada um aqui”, reforça o aluno do último ano, João Hélio. 

Na última segunda-feira (29) mais de 500 mil estudantes matriculados na rede estadual de ensino voltaram às aulas no Pará. 

Texto Bianca Rodrigues / Ascom Seduc

brazino777 Mapa do site