brazino777

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
SAÚDE PÚBLICA

Hospital Abelardo Santos alerta para os riscos emocionais e sociais da gravidez na adolescência

Programação extramuro alcançou alunos de escola pública do distrito de Icoaraci

Por Ascom (Ascom)
07/02/2024 14h39

Profissionais do Hospital Regional Dr. Abelardo Santos (HRAS), em Icoaraci, Distrito de Belém, realizaram uma roda de conversa bastante descontraída sobre os impactos emocionais e sociais que podem surgir durante a gravidez na adolescência. O tema foi debatido com pré-adolescentes da Escola Nossa Senhora de Fátima II, também do distrito.

Bastante interessado com o assunto, o aluno do 5º ano, Anilson Cunha, de 12 anos, participou da atividade e considerou muito importante tudo o que aprendeu no evento. "Aprendi que tudo tem uma fase. É importante terminar os estudos para ter melhores condições de cuidar de um bebê", disse.

Reflexiva, Myriã Correia, de 12 anos, também aluna do 5º ano, avaliou a programação como positiva. "A palestra e a dinâmica com os balões foram legais para pensarmos sobre o nosso futuro", comentou.

Ação

A programação desenvolvida pela Comissão de Humanização do HRAS, promoveu um bate-papo com os estudantes sobre educação sexual, conhecimento do corpo e os direitos da criança e do adolescente. Já a dinâmica "balão dos sonhos", serviu para destravar os alunos. Durante a brincadeira alguns expressaram suas exceptivas para a vida profissional e pessoal. 

A psicóloga da unidade, Evelyn Araújo, reforçou o quanto é importante a realização de diálogos e fazer com que estes ultrapassem os muros do hospital. "Trabalhar esse assunto de saúde de pública em outras intuições, também é uma forma de alertar e prevenir esse tipo situação. Com leveza, esclarecemos dúvidas sobre os prejuízos de uma gravidez precoce e ouvimos algumas histórias de vida de alguns alunos", detalhou.

A mesma interação aconteceu, quando a assistente social do HRAS, Maria Clara Miranda, abordou sobre os riscos sociais que podem impactar a vida dos adolescentes. "Nosso objetivo é ampliar esse diálogo entre profissionais de educação e alunos, apresentar possibilidades e os direitos diante dessas situações", enfatizou.

A supervisora de humanização do HRAS, Suzane Gonzaga, reforçou que a proposta de atividades extramuro serão mais frequentes ao longo de 2024. "Já temos programações para os próximos meses, onde iremos estreitar os lações com instituições parceiras para ampliar diversas informações de cuidados com a saúde em geral", adiantou.

"A informação é uma ferramenta essencial para conscientizar e prevenir a população de diversas doenças e circunstâncias relacionada a saúde. E a nossa equipe de profissionais está sempre disposta a contribuir com conhecimento e orientação dentro ou fora da unidade", ponderou a diretora-geral do HRAS, Aline Oliveira.

Serviço - O Hospital é a maior unidade pública do Governo do Estado. A instituição é administrada pelo Instituto Social Mais Saúde (ISMS), em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

brazino777 Mapa do site