brazino777

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
CARNAVAL SEGURO

Hospital Regional do Baixo Amazonas alerta para prevenção ao HIV/Aids e outras ISTs

Ginecologista da unidade orienta pacientes, acompanhantes e profissionais sobre proteção nos dias de folia carnavalesca

Por Governo do Pará (SECOM)
09/02/2024 14h33

Selma de Sousa Pinto, 60 anos, foi ao Hospital Regional do Baixo Amazonas Dr. Waldemar Penna (HRBA), em Santarém, no Oeste do Pará, para atendimento no ambulatório de feridas da unidade. Mas a aposentada acabou entrando em um "Bloco de Carnaval" com muita alegria e informação.

Na quinta-feira (8), profissionais do HRBA vestiram fantasias e prepararam uma roda de conversa a respeito da prevenção ao HIV/Aids e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs). A ação foi realizada pela Comissão Interna de Prevenção de Acidentes e de Assédio (CIPAA), em parceria com o Setor de Humanização.O ginecologista Rui Toshio enfatizou os cuidados e demais procedimentos

Para a paciente, o conhecimento vai ser muito importante não só para ela, mas para toda a família. "Eu gosto de participar, de escutar. Tenho 60 anos, e no meu tempo não tínhamos a mesma orientação que temos hoje. Eu escuto, aprendo, até para incentivar as minhas sobrinhas", disse Selma.

Prevenção- O mediador da roda de conversa foi o médico ginecologista Rui Toshio. Ele falou sobre algumas ISTs aos presentes no Ambulatório, enfatizando a forma de transmissão, os sintomas e riscos.

"Entre as doenças virais, a que mais preocupa é a infecção pelo HIV, mas temos também as Hepatites B e C, que também são doenças potencialmente graves. Já entre as bacterianas, temos gonorréia, sífilis, cancro mole, linfogranuloma venéreo. São nomes feios e corriqueiros, talvez muitas pessoas já tenham ouvido falar", explicou.

Ele também alertou sobre a importância de se prevenir nos dias de folia. "É fácil prevenir. O método de barreira mais eficiente é o uso do preservativo, tanto para doenças bacterianas quanto virais. O mais difundido é o preservativo masculino, mas também temos o feminino. A camisinha é essencial. Se você conheceu uma pessoa no Carnaval e vai ter relação com ela pela primeira vez, proteja-se. Neste Carnaval, vamos vestir a fantasia, mas também usar camisinha!", acrescentou o médico.

Parceria com o CTA - O Centro de Testagem e Aconselhamento de Santarém (CTA) deu apoio à programação no HRBA, oferecendo preservativos e material informativo, distribuídos aos participantes da palestra. O especialista ainda reforçou que, caso a pessoa tenha tido relação sexual desprotegido com alguém que não conhecia, é importante buscar o CTA para receber o atendimento necessário.

"Existem terapias voltadas para a pós-exposição, que servem tanto para o HIV quanto para outras doenças bacterianas. O CTA é o lugar certo para receber toda a orientação e ser encaminhado ao tratamento, se for o caso", orientou.

Serviço: O Hospital Regional do Baixo Amazonas é referência em média e alta complexidade para 1,4 milhão de habitantes, residentes em 30 municípios da região, e presta serviço 100% referenciado, atendendo à demanda originária da Central de Regulação do Estado.

A unidade, pertence ao Governo do Pará, sendo administrada pelo Instituto Social Mais Saúde, em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). O Hospital fica na Avenida Sérgio Henn, nº 1.100, bairro Diamantino, em Santarém.

Texto: Ascom/HRBA

brazino777 Mapa do site