brazino777

Agência Pará
Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
SEGURANÇA PÚBLICA

Em Cametá, no Baixo Tocantins, Seap participa da Operação Carnaval 2024

Por Caroline Rocha (SEAP)
12/02/2024 12h07

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) integra a Operação Carnaval 2024, por meio das ações do Grupamento de Busca e Recaptura (GBR), que atua nos municípios de Cametá, Vigia, e nos distritos de Mosqueiro, Outeiro e Icoaraci, até a quarta-feira-feira (14).

O GBR fiscaliza as condições do monitoramento eletrônico de custodiados do sistema penitenciário do Pará do regime aberto, bem como o cumprimento de mandados de busca e recaptura de foragidos e evadidos.

Em Cametá, no Baixo Tocantins, o grupamento também conta com o apoio logístico da unidade móvel do Centro Integrado de Comando e Controle Móvel (CICCM), da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup).

O secretário adjunto de Gestão Operacional da Seap, Ringo Alex Frias, destaca como funciona o trabalho do GBR. “Nós criamos uma área de exclusão nos municípios e distritos para que os policiais penais possam fiscalizar todos os monitorados que estão ali em condição de violação. O GBR irá contribuir junto com a Segurança Pública no sentido de manter o controle elevado e reduzir ainda mais os índices de criminalidade dentro do nosso Estado”, afirma.

Em paralelo a Operação Carnaval, a Seap também intensifica as fiscalizações de controle e acesso de todos os estabelecimentos prisionais do Estado do Pará, um total de 54 unidades, com a realização de revistas estruturais, como a revista geral realizada na última sexta-feira (9), que utilizou todas as tropas especializadas.

“Nossas tropas especiais estarão a frente dos protocolos e procedimentos de segurança para atravessar o período de carnaval mais tranquilamente e trazendo como consequência a paz social”, finaliza Ringo Alex Frias.

Integração - Participam da “Operação Carnaval 2024" todos os órgãos que integram a segurança pública do Estado: as polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Departamento de Trânsito (DETRAN), Polícia Científica do Pará, Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP), Grupamentos Fluvial (GFlu) e Aéreo (GRAESP) de Segurança Pública, o Centro Integrado de Operações (CIOp), guardas municipais e Órgãos de fiscalização de trânsito dos municípios, além da Polícia Rodoviária Federal (PRF), e Secretaria de Estado de Saúde Pública (SESPA).

Cametá  - No município de Cametá, a equipe do Grupamento de Busca e Recaptura (GBR) iniciou suas atividades em 9 de fevereiro, e seguirá a quarta-feira (14). Os policiais fiscalizam possíveis violações de monitorados no município e no cumprimento de mandados de prisão.

Na noite da sexta-feira (9), foram registradas três situações de violação do horário permitido aos monitorados, uma vez que às 22 horas todos os monitorados eletronicamente devem estar em suas residências como determina a Justiça. Na manhã de sábado, após a realização de uma reunião no Centro Integrado de Comando, a equipe saiu a campo e conseguiu localizar dois dos suspeitos. Eles foram detidos e encaminhados para averiguação na base móvel. Como não havia pedido de prisão ou situação agravante, ambos foram notificados e liberados, mas responderão administrativamente junto a Seap.

 “O nosso trabalho visa evitar que o monitorado em violação venha cometer qualquer delito. Estaremos com foco na nossa missão para que tudo ocorra da melhor forma possível nesse Carnaval de 2024, aqui em Cametá. Foram identificados três monitorados, na noite do dia 9, que se encontravam em violação. A Seap vai proceder administrativamente para que dentro da legalidade esses monitorados venham ser penalizados”, informou o Policial Penal Santana.

 Segurança – Para quem visita a cidade pela primeira vez, como a atendente Carla Soares, de 31 anos, ver a presença dos agentes de segurança pública nas ruas traz mais tranquilidade para quem quer aproveitar um dos maiores carnavais do estado.

“Gostei muito. A gente vê muitas viaturas passando, das Polícias, do Detran e do município, isso deixa a gente mais tranquilo e sem ficar na paranóia da violência. Tomara que permaneça assim”, disse a jovem. 

Coronel bombeiro militar, Marcos Lopes destacou que a operação de segurança pública no município de Cametá é uma das maiores operações do governo do estado na área da segurança pública, uma vez que envolve todo o sistema de Segurança Pública, com todas as secretarias deste setor: Seap; Polícia Militar; Corpo de Bombeiros; Polícia Civil; a Polícia Penal; Detran; e toda a retaguarda da Prefeitura de Cametá.

Na avaliação do coronel Marcos Lopes, a presença do CICC Móvel, é determinante para o bom andamento da operação, pois o Centro passa a ser o local de referência, o local de encontro e de coordenação das operações. Essa integração permite a realização de uma grande operação para garantir a segurança das pessoas que vêm para Cametá e dos próprios moradores do município.

 “O sistema está preparado e atua preventivamente, com as operações preventivas, de orientação. A nossa Polícia Penal teve ontem uma atuação muito boa. Localizou alguns apenados que estavam fora do padrão, e isto é muito importante para garantir a segurança como um todo. Isto é o governo do Estado, é a Secretaria de Segurança Pública trabalhando em conjunto. E o investimento do governo se mostra decisivo para o Estado do Pará, que tem um ganho imenso nas operações integradas”, finalizou.

Texto de Yasmin Cavalcante e Márcio Sousa / Ascom Seap

brazino777 Mapa do site